Um homem de 49 anos foi preso em flagrante após agredir e matar a própria cachorra no bairro Vila Operária, em Rio Claro (SP) – cidade que fica a cerca de 175 quilômetros da capital paulista, durante a tarde do sábado, 18 de maio. O sujeito teria enrolado o animal, que era da raça Akita, em um colchão e ateado fogo na cadela.

+ PM mata cachorro de influenciadora a tiros após se assustar com latido do animal

+ ‘Meu amor foi assassinado’: diz tutor de cão que morreu em voo da Gol

De acordo com a Guarda Civil Municipal de Rio Claro, o homem teria ficado incomodado com o comportamento da cachorra e a esfaqueou, além de quebrar as quatro patas do animal. Posteriormente, o detido colocou a cadela ainda viva em um colchão e ateou fogo no espécime.

Em contato com a IstoÉ, a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) informou que a ocorrência foi atendida por guardas civis que apuraram o fato de o homem ter agredido e matado a cachorra. O caso foi registrado como abuso a animais na Delegacia Seccional de Rio Claro.