Um homem foi preso sob suspeita de beijar à força uma adolescente, de 17 anos, dentro de uma escola técnica, em Senador Canedo, região metropolitana de Goiânia (GO), no dia 25 de maio. O ato foi registrado por uma câmera de segurança do local.

A GCM (Guarda Civil Municipal) foi acionada pelo diretor da escola, informando que o suspeito entrou na escola usando um uniforme da rede estadual. Não há relação entre a adolescente e o homem, que é uma pessoa em situação de rua.

O diretor da escola relatou aos agentes que o suspeito se aproximou da adolescente e tentou conversar com ela. Após o ocorrido, a menina teria ido até a recepção da instituição de ensino para pedir ajuda.

Depois, o homem abordou a adolescente novamente, mas dessa vez de forma mais agressiva, puxou o pescoço dela e tentou beijá-la à força. Ela conseguiu desviar para não ser beijada na boca.

A GCM iniciou o patrulhamento na região e encontrou o suspeito, que foi abordado e algemado. A adolescente, na companhia dos pais, se apresentou na Polícia Civil. O suspeito precisou ser levado a uma delegacia por importunação sexual, mas acabou sendo liberado em seguida.

À ISTOÉ, a Polícia Civil de Goiás informou que o homem afirmou sofrer do transtorno de bipolaridade e, atualmente, não está sob acompanhamento médico e não mantém uso regular dos medicamentos.