Três pessoas de uma mesma família foram encontradas mortas dentro de casa e com sinais de violência, na manhã de sexta-feira, 24. O crime, que ocorreu no bairro Professor Simões, provocou comoção nos moradores da pequena cidade de Agudos, no interior de São Paulo.

Os idosos Joana Fátima Sanches Carrasco, de 70 anos, e Aparecido Roberto Carrasco, 74, e o genro deles Valdinei de Souza, 57, foram encontrados mortos pela filha do casal após não terem respondido às tentativas de contato.

Todos eles estavam com marcas de facada no pescoço. Por meio de nota enviada à ISTOÉ, a SSP-SP (Secretaria de Segurança Pública de São Paulo) informou que a Polícia Militar foi acionada para atender a ocorrência.

Assim que os militares chegaram ao local, encontraram duas ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e duas equipes do Corpo de Bombeiros, que constataram as mortes.

A filha do casal afirmou que estava preocupada com o marido, pois ele havia saído para se exercitar sem levar o celular. Então resolveu ir até a casa dos pais no intuito de obter informações sobre o companheiro. Assim que chegou ao imóvel, encontrou os corpos, e destacou que nenhum objeto foi levado.

O caso foi registrado como homicídio na Delegacia de Agudos, que é a responsável por investigar a ocorrência.