Esportes

Ponte Preta derrota o Paraná e pressiona os integrantes do G4 da Série B


A Ponte Preta voltou à briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. O time campineiro derrotou o Paraná por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, no estádio Moisés Lucarelli, pela 26.ª rodada, e jogou a pressão para cima de Sampaio Corrêa e Juventude, hoje no G4.

Com o triunfo, a Ponte Preta chegou aos 40 pontos, um a menos do que a dupla. O Paraná, por outro lado, conheceu a sexta derrota consecutiva e ficou estacionado na 16.ª posição, com 29 pontos. Na degola, o Náutico tem 24.

A sorte não está mesmo do lado do Paraná. Minutos antes da bola rolar, o clube informou que seis jogadores testaram positivo para a covid-19. Os desfalques de última hora foram sentidos dentro de campo. A equipe começou o primeiro tempo desatenta e levou o gol logo aos dez minutos. Guilherme Pato recebeu pela direita e cruzou. Bruno Rodrigues pegou a sobra e mandou no ângulo.

O gol não empolgou a Ponte, que continuou cadenciando o jogo. O Paraná sofreu para passar do meio de campo, mas quando conseguiu, assustou. Vitinho achou Luan, que exigiu, de cabeça, grande defesa de Ygor. O time campineiro respondeu na mesma moeda. Dawhan testou em cima de Filipe.

O Paraná, no entanto, conseguiu achar um gol no final. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Jhony Douglas, que chutou com força para superar o goleiro Ygor, aos 42 minutos, sem dar tempo para a Ponte Preta reagir ainda no primeiro tempo.

Na segunda etapa, porém, as mudanças de Marcelo Oliveira na Ponte Preta foram mais efetivas. Aos 17 minutos, Bruno Rodrigues avançou com liberdade pela esquerda, e cruzou na cabeça de Camilo, que mandou para o gol. Foi a nona assistência do atacante da equipe campineira na temporada.

O Paraná sofreu um baque e começou assistir a Ponte Preta jogar, mas o clube campineiro foi desperdiçando uma chance atrás da outra. Após cobrança de escanteio, Hurtado se desentendeu com Filipe e viu a bola sobrar com Moisés. O atacante carimbou a trave. O goleiro deu a volta por cima na sequência ao fazer uma linda defesa em nova tentativa do camisa 21.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o Botafogo na terça-feira, às 19h15, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Na quarta, às 19h15, o Paraná recebe o Figueirense no Durival de Britto, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

+ Sabrina Sato aparece com micro biquíni e surpreende seguidores

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

PONTE PRETA 2 X 1 PARANÁ

PONTE PRETA – Ygor; Apodi, Wellington Carvalho, Ruan Renato e Guilherme Lazaroni (Yuri); Dawhan (Luis Oyama), Neto Moura e Camilo (Luan Dias); Guilherme Pato (Moisés), João Veras (Wanderley) e Bruno Rodrigues. Técnico: Marcelo Oliveira.

PARANÁ – Filipe; Kaio, Rafael Lima, Hurtado e Juninho; Jhony Douglas (Léo Castro), Karl (Kazu), Luan (Higor Meritão), Vitinho Mesquita (Guilherme Biteco) e Renan Bressan; Wandson (Lucas Sene). Técnico: Victor Hugo Annes (auxiliar).

GOLS – Bruno Rodrigues, aos dez, e Jhony Douglas, aos 42 minutos do primeiro tempo. Camilo, aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

CARTÃO AMARELO – Vitinho Mesquita (Paraná).

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Veja também
+ Deputado dos EUA sugere mudar órbita da Lua para combater aquecimento
+ Com novas tattoos no rosto, Whindersson preocupa os fãs: ‘olhar triste’
+ Ex-parceiro de Cristiano Araújo é encontrado morto
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Sérgio Mallandro diz que atrapalhou sexo de Xuxa com Ayrton Senna
+ Mano Brown se irrita com possível acerto do Santos com volante do Corinthians: ‘Tá tirando’
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago