Esportes

Ponte Preta derrota o Paraná e pressiona os integrantes do G4 da Série B

A Ponte Preta voltou à briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. O time campineiro derrotou o Paraná por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, no estádio Moisés Lucarelli, pela 26.ª rodada, e jogou a pressão para cima de Sampaio Corrêa e Juventude, hoje no G4.

Com o triunfo, a Ponte Preta chegou aos 40 pontos, um a menos do que a dupla. O Paraná, por outro lado, conheceu a sexta derrota consecutiva e ficou estacionado na 16.ª posição, com 29 pontos. Na degola, o Náutico tem 24.

A sorte não está mesmo do lado do Paraná. Minutos antes da bola rolar, o clube informou que seis jogadores testaram positivo para a covid-19. Os desfalques de última hora foram sentidos dentro de campo. A equipe começou o primeiro tempo desatenta e levou o gol logo aos dez minutos. Guilherme Pato recebeu pela direita e cruzou. Bruno Rodrigues pegou a sobra e mandou no ângulo.

O gol não empolgou a Ponte, que continuou cadenciando o jogo. O Paraná sofreu para passar do meio de campo, mas quando conseguiu, assustou. Vitinho achou Luan, que exigiu, de cabeça, grande defesa de Ygor. O time campineiro respondeu na mesma moeda. Dawhan testou em cima de Filipe.

O Paraná, no entanto, conseguiu achar um gol no final. Após cobrança de falta, a bola sobrou para Jhony Douglas, que chutou com força para superar o goleiro Ygor, aos 42 minutos, sem dar tempo para a Ponte Preta reagir ainda no primeiro tempo.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Na segunda etapa, porém, as mudanças de Marcelo Oliveira na Ponte Preta foram mais efetivas. Aos 17 minutos, Bruno Rodrigues avançou com liberdade pela esquerda, e cruzou na cabeça de Camilo, que mandou para o gol. Foi a nona assistência do atacante da equipe campineira na temporada.

O Paraná sofreu um baque e começou assistir a Ponte Preta jogar, mas o clube campineiro foi desperdiçando uma chance atrás da outra. Após cobrança de escanteio, Hurtado se desentendeu com Filipe e viu a bola sobrar com Moisés. O atacante carimbou a trave. O goleiro deu a volta por cima na sequência ao fazer uma linda defesa em nova tentativa do camisa 21.

Na próxima rodada, a Ponte Preta enfrenta o Botafogo na terça-feira, às 19h15, no estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Na quarta, às 19h15, o Paraná recebe o Figueirense no Durival de Britto, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

PONTE PRETA 2 X 1 PARANÁ

PONTE PRETA – Ygor; Apodi, Wellington Carvalho, Ruan Renato e Guilherme Lazaroni (Yuri); Dawhan (Luis Oyama), Neto Moura e Camilo (Luan Dias); Guilherme Pato (Moisés), João Veras (Wanderley) e Bruno Rodrigues. Técnico: Marcelo Oliveira.

PARANÁ – Filipe; Kaio, Rafael Lima, Hurtado e Juninho; Jhony Douglas (Léo Castro), Karl (Kazu), Luan (Higor Meritão), Vitinho Mesquita (Guilherme Biteco) e Renan Bressan; Wandson (Lucas Sene). Técnico: Victor Hugo Annes (auxiliar).

GOLS – Bruno Rodrigues, aos dez, e Jhony Douglas, aos 42 minutos do primeiro tempo. Camilo, aos 17 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE).

CARTÃO AMARELO – Vitinho Mesquita (Paraná).

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel