Mundo

Pompeo visitará a Grécia para pedir ‘desescalada’ no Mediterrâneo

Pompeo visitará a Grécia para pedir ‘desescalada’ no Mediterrâneo

O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, fala durante uma coletiva de imprensa para anunciar a restauração das sanções ao Irã pelo governo Trump, em 21 de setembro de 2020, no Departamento de Estado dos EUA em Washington - POOL/AFP

O chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, partiu neste domingo (27) para a Grécia, onde pedirá uma “desescalada” de tensões no Mediterrâneo Oriental e incentivará um novo diálogo com a Turquia.

A primeira etapa de uma visita breve, que inclui a Itália, o Vaticano e Croácia, ocorrerá na segunda-feira em Tessalônica, norte da Grécia, onde se encontrará com seu homólogo Nikos Dendias. Depois, na terça-feira em Creta se encontrará com o primeiro-ministro Kyriakos Mitsotakis e visitará a base naval da OTAN na baía de Souda.

As tensões aumentaram nas últimas semanas entre Atenas e Ancara, que disputam áreas marítimas com reservas de hidrocarbonetos no Mediterrâneo. Os dois países-membros da Aliança do Atlântico, como Estados Unidos, anunciaram na terça-feira a retomada das negociações bilaterais.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Vídeo do TikTok com mulher sendo empurrada de ônibus viraliza; veja

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar