Mundo

Pompeo é apontado por violação de ética quando era secretário de Estado

Pompeo é apontado por violação de ética quando era secretário de Estado

(Arquivo) O ex-secretário de Estado americano Mike Pompeo - AFP/Arquivos


O ex-chefe da diplomacia americana Mike Pompeo requisitou agentes pagos com dinheiro dos contribuintes americanos para realizarem tarefas pessoais, uma violação de ética mencionada em um relatório do inspetor-geral do Departamento de Estado apresentado nesta sexta-feira.

A acusação é resultado de investigações internas que geraram polêmica quando o ex-presidente Donald Trump destituiu em maio passado, a pedido de Pompeo, o inspetor-geral que abriu a investigação. Os questionamentos, no entanto, continuaram, e seu resultado é divulgado no momento em que Pompeo se encontra mergulhado em uma campanha visando a disputar a candidatura republicana para as eleições presidenciais de 2024.

O gabinete do inspetor-geral constatou que Pompeo e a mulher, Susan, atribuíram por mais de 100 vezes “tarefas de natureza pessoal a um agente recrutado com base em critérios políticos e a outros funcionários do gabinete do secretário de Estado”, aponta o relatório. No ano passado, Pompeo classificou as suspeitas de “loucas” e criticou o inspetor que abriu a investigação, Steve Linick.

O relatório também menciona que o filho do casal, Nick Pompeo, beneficiou-se de um desconto reservado a funcionários do governo em um hotel, quando acompanhou os pais em uma partida de futebol americano relatada como uma viagem oficial.

O documento, no entanto, não recomenda nenhuma medida punitiva contra Pompeo, contratado recentemente pelo canal de TV conservador Fox News para atuar como comentarista político.

O ex-secretário de Estado foi acusado repetidamente pelos democratas de usar o cargo para obter benefícios políticos, organizando, por exemplo, jantares com personalidades e doadores conservadores no Departamento de Estado.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS