Geral

Policial é acusado de “má conduta” por fazer sexo com jovem desaparecida

Crédito: AFP/ Arquivo

Policial continuou a enviar mensagens e incentivou a jovem a manter segredo sobre os encontros sexuais e a sua verdadeira identidade (Crédito: AFP/ Arquivo)

Um policial casado fez sexo com uma jovem de 17 anos que estava desaparecida e que era procurada pelas autoridades no Reino Unido. PC Andrew Brooks, de 30 anos, foi considerado culpado por “má conduta grave”.

De acordo com o jornal britânico Independent, ele conheceu a jovem em Maidstone, em março de 2018, e convidou-a para ir até sua casa, aproveitando a ausência da esposa. Mais tarde, a garota revelou que tinha apenas 17 anos.

No entanto, Brooks continuou a enviar mensagens e incentivou a jovem a manter segredo sobre os encontros sexuais e a sua verdadeira identidade.

Ele deixou a polícia em 17 de junho do ano passado, mas uma audiência de conduta imprópria realizada em janeiro deste ano concluiu que o policial havia violado os padrões da polícia britânica.