Brasil

Polícia prende suspeito de enviar haxixe pelos Correios; droga seria embalada como creme de avelã

Crédito: Denarc/ Divulgação

Suspeito embalava a droga como se fosse creme de avelã (Crédito: Denarc/ Divulgação)

A Divisão de Narcóticos de Maringá (Denarc), no Paraná, efetuou a prisão do suspeito na última quarta-feira (1º). A droga tinha como destino o Espírito Santos, local onde residia o suspeito. Segundo a polícia, o haxixe seria embalado como creme de avelã e seria distribuído para outras regiões do Brasil, conforme apuração do G1.

O homem, de 36 anos, estava com aproximadamente 8kg de haxixe presos ao corpo. O suspeito já possui uma ficha criminal, inclusive por tráfico de drogas, além do porto ilegal de armas e violência doméstica.

A investigação durou dois meses até os agentes chegarem ao suspeito. De acordo com o delegado Leandro Munin, o entorpecente era pego no Paraná e revendido para outro lugares do País.

A fiscalização era enganada por conta da embalagem do produto que indicava um creme de avelã. Apesar de ser derivado da planta da maconha, o haxixe tem um efeito alucinógeno maior.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?