Brasil

Polícia indicia 6 por assassinato de João Alberto no Carrefour

Polícia indicia 6 por assassinato de João Alberto no Carrefour

SÃO PAULO, 11 DEZ (ANSA) – A Polícia Civil do Rio Grande do Sul indiciou nesta sexta-feira (11) seis pessoas por homicídio triplamente qualificado (motivo torpe, asfixia e recurso que impossibilitou defesa da vítima) pelo assassinato de João Alberto Silveira Freitas, um homem negro espancado até a morte em uma unidade do supermercado Carrefour em Porto Alegre em 19 de novembro.

Os policiais não indiciaram os acusados por injúria racial ou racismo, mas incluíram o termo “racismo estrutural” no motivo torpe.

Os acusados são Giovane Gaspar da Silva e Magno Braz Borges, os dois seguranças que fizeram as agressões em si, Paulo Francisco da Silva, funcionário da empresa de segurança Vektor que impede que a esposa de Freitas se aproxime e tente ajudar o marido, e três funcionários do Carrefour: Adriana Alves Dutra (que tenta impedir a gravação), Kleiton Silva Santos e Rafael Rezende, ambos ajudam na imobilização da vítima.

Os seguranças estão presos desde a morte de Freitas, e a polícia pediu a prisão de outros três indiciados. O inquérito agora está nas mãos da Justiça e há mais de 40 testemunhas ouvidas pelos policiais.

O brutal assassinato de Freitas foi gravado por clientes do Carrefour e gerou uma onda de indignação tanto em Porto Alegre como em outras partes do país por, mais uma vez, a vítima ser uma pessoa negra.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Segundo a delegada Roberta Bertoldo, em entrevista ao “UOL”, o tratamento dado por todos ao homem foi discriminatório.

“Talvez, se aquela pessoa estivesse ali trajada de terno, ou de alguma outra roupa de marca ou grife essa circunstância poderia ser diferente. Nós temos consciência disso porque a nossa sociedade nos mostra isso. No dia a dia nos mostra que essas situações discriminatórias, não só pela cor da pele, elas são decisivas no tratamento de inúmeras pessoas”, ressaltou Bertoldo. (ANSA).

Veja também

+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cataratas do Niágara congelam e as imagens são incríveis
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Editora estreia com o romance La Cucina, uma aventura gastronômia e erótica

v