O Dia

Polícia estoura depósitos de medicamentos impróprios no Caju e em São Cristóvão

Dono dos estabelecimentos foi preso em flagrante pela prática de crime de tráfico de entorpecentes e crime contra a saúde pública, com pena de até 30 anos

Rio – Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) estouraram, nesta sexta-feira, dois depósitos de produtos para saúde. Os estabelecimentos em São Cristóvão e no Caju, na Zona Norte do Rio, estavam com medicamentos e composições proibidos ou controladas, como a Melatonina, Efedrina e DHEA (desidroepiandrosterona) sem registro ou autorização da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa). 
O dono dos depósitos foi preso em flagrante pela prática de crime de tráfico de entorpecentes e crime contra a saúde pública, com pena de até 30 anos.

Policiais da Delegacia do Consumidor estouraram, nesta sexta-feira, dois depósitos com grandes quantidades de produtos para saúde irregulares – Divulgação

A ação foi cumprida com base em mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça, em dois endereços distintos, um situado na Rua Frolik, nº 221, casa, no bairro de São Cristóvão, e o outro, na Rua Monsenhor Manoel Gomez, nº 92, no Caju. Segundo as informações, os produtos eram comercializados e distribuídos por site da internet.

Sepol estoura dois depósitos de produtos impróprias para saúde e prende o dono por tráfico de entorpecentes – Divulgação

Todo o material foi encaminhado e apreendido na Decon.