ISTOÉ Gente

Polícia encerra festa que teve show do cantor sertanejo Bruno, em Caldas Novas

Crédito: Reprodução/TV Globo

Bruno e Marrone se apresentaram no Domingão do Faustão (Crédito: Reprodução/TV Globo)

Em Caldas Novas, no sul de Goiás, a Polícia Militar encerrou uma festa que teve show do cantor sertanejo Bruno, que forma dupla com Marrone. O evento, que aconteceu no sábado (27), reuniu cerca de 40 pessoas.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Segundo informou a PM, o dono do evento disse que não passava de uma comemoração de aniversário, onde reuniu amigos e familiares. Um decreto municipal proíbe aglomerações na cidade.

A assessoria de imprensa do cantor Bruno disse que ele foi contratado para cantar numa pequena confraternização, mas quando o sertanejo chegou ao local, viu que havia mais pessoas do que o informado. O músico ficou no local por cerca de uma hora, antes da polícia encerrar a festa, Bruno já havia saído.

+ João Côrtes se assume gay no Dia do Orgulho LGBTQ+

A Polícia Militar registrou um Termo Circunstanciado de Ocorrência contra o dono do evento. Uma audiência na Justiça foi marcada para o dia 3 de julho.

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea