Geral

Polícia diz que empresário desaparecido foi morto pela milícia

Crédito: Reprodução/Redes Sociais

Nesta terça-feira (28), a Delegacia de Descoberta de Paradeiros afirmou que o empresário Alberto Romano Júnior, de 33 anos, que estava desaparecido desde a última sexta-feira (24), foi vítima de um homicídio com envolvimento da milícia da zona oeste do Rio de Janeiro.

As autoridades trabalham com a linha de investigação de que a vítima foi assassinada e teve seu corpo ocultado pela organização criminosa devido à realização de transações imobiliárias feitas pelo empresário na região.

O carro de Júnior foi periciado. O veículo foi encontrado na estrada dos Colonos, a 28 km de onde o empresário foi visto pela última vez.

De acordo com as autoridades, imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas e suspeitos estão sendo identificados na investigação, que tenta localizar o corpo de Alberto e os autores do crime.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio