A polícia dinamarquesa investigava um roubo de uma bicicleta quando encontrou, durante uma busca e apreensão, nesta quarta-feira (12), dezenas de obras de arte roubadas no final de março, em uma galeria de Copenhague, capital do país.

Na região, mais de 17 mil bicicletas foram roubadas em 2023 e muito cidadãos colocaram localizadores com GPS nos veículos para que pudessem ser rastreados.

Nesta quarta, um desses dispositivos guiou a polícia a um local em que foram encontradas várias bicicletas elétricas e scooters, que se presumia serem roubadas. Além dos veículos, também foram achadas obras de arte roubadas de uma galeria de arte em 31 de março, informou a polícia em um comunicado.

Entre 20 e 30 obras do artista Kristian von Hornsleth foram roubadas em um violento ataque, em que os ladrões utilizaram um veículo para entrar na galeria. Os agentes conseguiram recuperar cerca de 14 peças, informou o artista.

Durante a busca, dois homens, de 32 e 40 anos, foram presos pela polícia, que investiga como conseguiram as obras de arte.

cbw/sbk/kjm/an/mb/ln/aa