Esportes

Polícia Civil de MG vai apurar causas do acidente do volante Henrique

O jogador já está de alta após se acidentar na sexta-feira, 26 de junho, quando seu carro caiu de um penhasco com 200m de profundidade

Polícia Civil de MG vai apurar causas do acidente do volante Henrique

A Polícia Civil de Minas Gerais abriu investigação para apurar as causas do acidente com o volante Henrique, do Cruzeiro, ocorrido na sexta-feira, 26 de junho, em Brumadinho, na Grande BH.

A delegacia de Brumadinho informou que abriu procedimento para apurar os fatos e que as investigações já estão em andamento. Henrique já está se recuperando em casa após ficar dois dias internado, sendo avaliado se houve algum trauma neurológico ou ósseo. O jogador ainda não foi ouvido.

No relato da Polícia Civil estão sendo realizado esforços para que a perícia seja realizada no local do acidente, que é de difícil acesso. Ainda de acordo com a corporação, “não é possível informar sobre possíveis causas do acidente”.

Acidente de carro e susto

O jogador estava em seu carro, um Land Rover Recém que, caiu em um penhasco com 200 m de profundidade na sexta-feira, 26 de junho, em Brumadinho, na Grande BH. Henrique foi socorrido por membros do Corpo de Bombeiros e do Samu e foi levado ao Hospital João XXIII, em Belo Horizonte.

O jogador cruzeirense foi resgatado consciente, mas sentindo dores, segundo relatos da corporação. Ele não teve nenhuma fratura. Henrique estava sozinho na direção do carro. O acidente aconteceu por volta das 18h, mas somente foi levado ao hospital às 22h, segundo a PM mineira.

De acordo com a Polícia Militar, há rastros do pneu na pista, o que indica uma tentativa forte de frenagem do veículo. O Cruzeiro já está ciente do acidente e acompanha o caso do seu atleta.

O jogador já foi transferido para outro hospital, Mater Dei, também na capital mineira e fará vários exames para detectar lesões ou fraturas.

O volante voltou a BH na última semana, quando houve um acerto com o Fluminense para deixar o time carioca e retornar ao time mineiro, com quem tem contrato até o fim de 2021. O volante é um dos jogadores que mais vestiram a camisa celeste, com 516 jogos.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior