Mundo

Polícia francesa detém suspeito de manter contato com autor de atentado em Nice

Crédito: Twitter / @Mediavenir

Um homem de 47 anos, suspeito de ter mantido contato com o autor do ataque em que morreram três pessoas em uma igreja de Nice, sul da França, foi detido nesta quinta-feira (29) à noite, informou uma fonte judicial.

O autor do ataque com faca contra um homem e duas mulheres é um tunisiano de 21 anos, que chegou à França em 9 de outubro procedente da Itália.

O indivíduo detido na quinta-feira é suspeito de ter mantido contato com o agressor na véspera do ataque, afirmou a fonte judicial, confirmando uma informação do jornal Nice-Matin.

O agressor invadiu, armado com uma faca, a basílica de Notre-Dame em Nice, onde degolou uma mulher e o sacristão. A terceira vítima, uma brasileira de 44 anos, conseguiu fugir gravemente ferida para um restaurante ao lado do templo, mas não resistiu e faleceu pouco depois.

O criminoso, que segundo uma fonte próxima à investigação foi identificado como Brahim Aouissaoui, gritou diversas vezes “Allahu Akbar” (Deus é grande). Ele foi ferido por pelo menos seis tiros durante a intervenção policial e está hospitalizado.

O ataque aconteceu menos de duas semanas depois do assassinato por decapitação do professor Samuel Paty em Conflans-Sainte-Honorine, uma pequena localidade a 50 km de Paris, por ter mostrado aos seus alunos caricaturas do profeta Maomé em uma aula sobre liberdade de expressão.

O governo francês elevou o nível de segurança em todo o país para “urgência de atentado”, que corresponde a um estado de alerta máximo, e aumentou de 3.000 para 7.000 os militares que patrulham as ruas, para proteger especialmente os locais de culto às vésperas da festa católica de Todos os Santos, no domingo.

A França sofre com atentados terroristas de alto impacto desde 2015, quando um ataque extremista em 7 de janeiro contra o semanário satírico Charlie Hebdo deixou 12 mortos. No dia 13 de novembro do mesmo ano, um comando jihadista executou ataques coordenados em Paris que mataram 130 pessoas.

Nice foi alvo em 14 de julho de 2016 de um ataque que deixou 86 mortos, quando um homem avançou deliberadamente com um caminhão contra uma multidão que celebrava o Dia da Bastilha, a data nacional francesa.

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel