Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

A jovem transexual Shakira Costa do Nascimento, de 26 anos, conseguiu no início de outubro o amparo da Lei Maria da Penha contra o ex-namorado. Em setembro, a cuidadora de idosos foi agredida pelo então companheiro, de 28 anos, em Rio Verde (GO).

De acordo com Shakira, ela foi agredida em três ocasiões, mas demorou a procurar ajuda na Justiça por medo de não ser resguardada pela lei. No entanto, acabou fazendo a denúncia após descobrir que uma amiga, que também é transexual, havia conseguido medida protetiva.

“Eu não sabia se seria protegida pela Lei Maria da Penha, mas depois me inspirei na minha amiga que conseguiu e, agora, espero que outras mulheres trans se inspirem também. Nós podemos contar com a lei, podemos abrir a boca e denunciar”, disse Shakira em entrevista ao G1.

Conforme a jovem, ela chegou a ficar internada por conta das agressões sofridas. Agora, ela conta que se sente aliviada após ter a medida protetiva concedida pela juíza Coraci Pereira da Silva, titular da 2ª Vara de Família e Sucessões de Rio Verde, menos de dois dias após o pedido.

“Me ajudou muito como mulher trans e vai ajudar outras também. Agradeço muito à juíza, porque é uma dádiva. Já tem tanto preconceito com a gente, que isso é um privilégio. Uma proteção e o reconhecimento de ser mulher”, afirmou ao G1.

Ainda segundo Shakira, o ex-companheiro chegou a ser detido no dia das agressões, mas foi liberado pouco depois. Ele é investigado por violência doméstica.