Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O policial militar Henrique Harrison, 29, entrou com processos judiciais contra colegas de farda, um bombeiro e civis após ser alvo de comentários homofóbicos em um grupo de WhatsApp.

De acordo com reportagem da Época, o soldado protocolou 12 ações cíveis com pedidos de indenização por danos morais depois que foi ofendido por ter publicado uma foto beijando o namorado em sua rede social.

Dias depois da imagem ser postada, ele foi alvo de chacota e mensagens preconceituosas em grupos de WhatsApp com policiais. Agora, ele busca ser indenizado em R$ 25 mil por cada um dos denunciados. Ao todo, o valor dos processos chega a R$ 300 mil.

“O fundamento geral é o dano moral que me foi causado e o direito de imagem. Eles usaram minha foto para me humilhar, de um jeito que afetou todo meu trabalho e desencadeou nos problemas psicológicos que estou tendo. Então é uma reparação aos danos que tive”, disse o soldado à publicação.