Esportes

Plataforma dona dos direitos de Tyson x Jones espera arrecadar R$ 260 milhões

A plataforma Triller, dona dos direitos da luta Mike Tyson x Roy Jones Jr, em 12 de setembro, em Los Angeles, espera arrecadar US$ 50 milhões (cerca de R$ 260 milhões) só com pay per view. Com cinco anos, a empresa aposta no carisma do ex-campeão mundial para impulsionar uma “liga de lendas”.

Um youtuber famoso será contratado para o evento, que terá três horas de duração e exibido para todo o mundo. Várias personalidades são aguardadas para as lutas preliminares, que serão anunciadas nos próximos dias. Celebridades da música também vão marcar presença.

Para incrementar as lutas de boxe, espera-se nomes como os de Evander Holyfield, James Toney e Shannon Briggs. A ideia é que as lutas passem um pouco do ponto e se tornem um pouco mais disputadas, apesar da idade avançada dos lendários lutadores.

Mike Tyson, de 54 anos, e Roy Jones, de 51 anos, vão aparecer em dez vídeos promocionais aos domingos como propaganda para a luta. Os dois vão dar entrevistas e mostrar a sua preparação no ginásio com os treinamentos diários.

Desde o início da pandemia, Tyson tem se apresentado em vídeos, fazendo treinos fortes de boxe e anunciando o seu retorno aos ringues, com a intenção de fazer caridade. Ele disse ter emagrecido 30 quilos. Inúmeras ofertas foram feitas e até o Conselho Mundial de Boxe prometeu colocá-lo entre os 15 primeiros do ranking. Com seu carisma, o pugilista conseguiu vários parceiros comerciais.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Tyson e Jones quase lutaram em 2003, quando Jones conquistou o título mundial dos pesos pesados, versão Associação Mundial de Boxe. Mas, durante as negociações, nas quais cogitou-se bolsas no valor de US$ 30 milhões, Jr. acabou não assinando o contrato.

Tyson foi campeão mundial dos pesos pesados de 1986 a 1990 e em 1996. Detém o recorde de ser o boxeador mais novo a conquistar um cinturão na principal categoria do boxe. Ele tinha 20 anos, quando nocauteou Trevor Berbick, no segundo assalto. O Iron Man lutou até 2005.

Roy Jones Jr. tem seu nome na história da nobre arte como um dos mais técnicos lutadores de todos os tempos. Foi campeão dos médios, supermédios, meio-pesados e pesados. Ele lutou até 2018, com 49 anos. Somou 66 vitórias (47 nocautes) e nove derrotas.

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?