Esportes

Pirelli faz escolha conservadora de pneus para o GP do Brasil

A Pirelli anunciou nesta terça-feira os pneus que vai disponibilizar para as equipes nas últimas duas provas da temporada 2016 da Fórmula 1, em Abu Dabi e no Brasil, e optou por fazer uma aposta mais conservadora para a prova no circuito de Interlagos ao selecionar os compostos duros, médios e macios.

O GP do Brasil será a penúltima etapa do campeonato e está marcado para 13 de novembro, duas semanas antes da derradeira corrida, o GP de Abu Dabi. E para esta derradeira prova, no circuito de Yas Marina, a Pirelli cederá os pneus macios, supermacios e ultramacios.

A partir dessas definições da Pirelli, as equipes têm um prazo de 14 semanas para escolher a quantidade de jogos de cada tipo de pneu que pretende usar nessas duas provas.

A Pirelli também apontou que os pneus macios serão utilizados no Q3, a fase decisiva do treino de classificação, do GP do Brasil. Já para a prova de Abu Dabi, a opção foi pelos ultramacios.

Além disso, ao menos um jogo do composto duro e um do médio vão precisar ser utilizados na corrida do Brasil. Já em Abu Dabi, os pneus de uso obrigatório durante a prova são o macio e o supermacio.

A combinação de pneus escolhida para o GP do Brasil – macios, médios e duros – já foi utilizada em duas provas da atual temporada, na Espanha e na Inglaterra, e selecionada para duas corridas que ainda serão realizadas, na Malásia e no Japão.

Veja também

+ Toyota Corolla Cross é SUV do Corolla para brigar com Jeep Compass e cia; confira imagens oficias
+ Robert De Niro reduz limite do cartão da ex-mulher e diz que coronavírus implodiu suas finanças
+ Maria Zilda relembra como soube que Ary Fontoura era gay: “A coisa mais incrível que já ouvi”
+ Rafa Kalimann ensina receita de palha italiana; veja o vídeo
+ Juliana Caetano, do Bonde do Forró, fala sobre proposta de 500 mil reais que recebeu
+ MasterChef estreia sem "supercampeão" e cheio de mudanças
+ Gafanhotos: cidade na Bahia enfrenta invasão de insetos
+ Coronel da PM diz que Bolsonaro é ‘falastrão’ e renuncia à entidade de Oficiais
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior