Geral

Piloto de helicóptero que levava Boechat já tinha perdido irmão em acidente

Crédito: Reprodução/Facebook

Ronaldo Quattrucci era o piloto do helicóptero que levava Boechat (Crédito: Reprodução/Facebook)

Morto após um acidente de helicóptero que também vitimou o jornalista e colunista da IstoÉ Ricardo Boechat na segunda-feira (11), o piloto Ronaldo Quattrucci, de 56 anos, era dono da empresa RQ Servicos Aereos Especializados, fundada em março de 2004. As informações são do UOL.

No site da empresa, eram anunciados serviços de aerofotografia, aeroreportagem, aerocinematografia, transporte em eventos, táxi-aéreo e transporte de valores, além de escoltas e inspeções aéreas. A empresa, no entanto, não tinha autorização para fazer transporte de passageiros.

Palmeirense, Quattrucci também era sócio do Templo Espírita de Umbanda Caboclo Curima, na zona sul de São Paulo.

A morte do piloto não foi a primeira fatalidade a acontecer na família Quattrucci. O irmão de Ronaldo também morreu em um acidente de helicóptero em 15 de maio de 1998, quando a aeronave que pilotava bateu em um morro em Santana do Parnaíba, na grande São Paulo.