Esportes

Pikachu luta para voltar a ser crucial no elenco cruz-maltino

Após início de temporada distante de seu ápice, camisa 22 tem no período de preparação a missão de se consolidar como titular absoluto da equipe de Ramon Menezes 

Pikachu luta para voltar a ser crucial no elenco cruz-maltino

O desafio de se reinventar faz parte da rotina de Yago Pikachu nesta preparação do Vasco de olho nas competições do segundo semestre. Após um início de temporada no qual esteve longe de seu ápice (assim como boa parte do elenco), o camisa 22 tem a grande oportunidade de reencontrar seu bom futebol.

Escalado novamente na lateral direita, o jogador de 28 anos demorou para engrenar boas atuações em 2020 e, até o momento, passou em branco nos 14 jogos que disputou. Além de não manter o vigor que já demonstrara no ano anterior nas vezes nas quais apoiou o ataque, Pikachu deixou alguns espaços durante as partidas, forçando o setor defensivo a se desdobrar para evitar o pior.

Na primeira partida sob o comando de Ramon Menezes, o lateral sinalizou o quanto pode melhorar o seu ímpeto ofensivo. Além de ter feito boa dobradinha com o jovem Vinícius no triunfo por 3 a 1 sobre o Macaé, Yago Pikachu voltou a se destacar com as investidas pelo meio, em sua melhor atuação no ano.

O seu entrosamento com o atacante pode ser uma brecha para que o camisa 22 se consolide com o recém-chegado treinador e saiba fazer a diferença ofensivamente.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

A partida diante do Madureira, porém, novamente trouxe preocupação com o desempenho do “curinga”. Outra vez, Pikachu teve oscilações defensivas na lateral e, quando foi deslocado para a ponta, pouco acrescentou ao setor ofensivo na vitória cruz-maltina por 1 a 0 em São Januário.

Neste período de preparação, o jogador de 28 anos ainda lida com um novo obstáculo: a “sombra” de Cláudio Winck, que voltou a ser aproveitado pelo técnico Ramon Menezes. A concorrência acirrada em um setor no qual Yago Pikachu era titular absoluto até pouco tempo pode ser a chance dele se dedicar ainda mais para convencer o comandante e a torcida.

Passada a frustração no Carioca, cabe a Pikachu honrar sua capacidade de fazer a diferença no Cruz-Maltino, tanto na lateral quanto pelas pontas. Afinal, seu estilo voluntarioso já se mostrou um caminho crucial para o Vasco balançar as redes.

Veja também

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?