Economia

PIB do terceiro trimestre avança 0,6%, aponta IBGE

Crédito: AFP/Arquivos

Exportações e importações serão impactadas pela pandemia de coronavírus (Crédito: AFP/Arquivos)

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro registrou alta de 0,60% no terceiro trimestre de 2019 ante o trimestre imediatamente anterior, informou nesta terça-feira, 3, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O resultado veio dentro do intervalo das estimativas dos analistas consultados pelo AE Projeções (de 0,30% a 0,70%), mas acima da mediana, que era de 0,40%.

Na comparação com o terceiro trimestre de 2018, o PIB apresentou alta de 1,20% no terceiro trimestre de 2019, vindo dentro das estimativas coletadas pelo AE Projeções, que variavam de uma alta de 0,70% a 1,50%, com mediana positiva de 1,00%. Ainda de acordo com o IBGE, o PIB do terceiro trimestre de 2019 totalizou R$ 1,842 trilhão.

O PIB da indústria subiu 0,8% no terceiro trimestre de 2019 em relação ao segundo trimestre do ano. Na comparação com o terceiro trimestre de 2018, o PIB da indústria mostrou alta de 1,0%.

O Produto Interno Bruto da agropecuária, por sua vez, subiu 1,3% no terceiro trimestre de 2019 em relação ao segundo trimestre de 2019. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado 2018, o PIB da agropecuária mostrou alta de 2,1%.

Já o PIB de serviços subiu 0,4% no terceiro trimestre de 2019 em relação ao trimestre anterior. Na comparação com o terceiro trimestre de 2018, o PIB de serviços mostrou alta de 1,0%.

Veja também

+ Gafanhotos: Bahia enfrenta nuvem de insetos
+ 5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
+ A história da Rural e da picape F-75, avós dos SUVs brasileiros
+ Hackers brasileiros roubaram dados de clientes em 12 bancos
+ Jovem pede delivery e encontra dedo humano em esfirra
+ Usado: Toyota Corolla é carro para ficar longe da oficina
+ Veja 7 incríveis casas na natureza para sonhar
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior