Agronegócio

PIB agropecuário caminha para um desempenho significativo no ano, diz SRB

São Paulo, 1/12 – O Produto Interno Bruto (PIB) da agropecuária avançou 9,1% no terceiro trimestre, em relação ao mesmo período de 2016, dado que mantém a visão otimista do setor para o acumulado de 2017. “Com o resultado de hoje, do terceiro trimestre, vemos que o PIB agropecuário caminha para ter um desempenho significativo no ano”, avalia o presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB), Marcelo Vieira. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira, 1º de dezembro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que anunciou as Contas Nacionais Trimestrais.

O IBGE ressaltou, em nota, que a elevação do PIB da Agropecuária em base anual pode ser explicada, principalmente, pelo desempenho de alguns produtos da lavoura que têm safra relevante no terceiro trimestre e pela produtividade, verificada na estimativa de variação do volume produzida em relação à área plantada.

Conforme o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola (LSPA), do IBGE, divulgado no mês de novembro, o crescimento na perspectiva de produção anual e ganho de produtividade de culturas com safras relevantes nesse trimestre, como milho (54,9%), algodão herbáceo (10,7%) e laranja (0,1%) suplantou o fraco desempenho de culturas como, por exemplo, cana de açúcar (-6,8%), café (-7,9%) e mandioca (-1,8%). As estimativas para Pecuária e Produção Florestal apontaram um desempenho positivo no período analisado.

Em relação aos três meses imediatamente anteriores, o PIB da Agropecuária no terceiro trimestre caiu 3,0%. Segundo Vieira, esta variação foi ocasionada por fatores sazonais, uma vez que o calendário da safra agrícola brasileira mostra que o momento atual reflete um período de plantio e não de colheita como o anterior. “No decorrer do ano, tivemos um clima um pouco irregular que afetou negativamente algumas culturas, mas nada capaz de prejudicar o desempenho consolidado do setor”, acrescenta.

De modo geral, “acreditamos em um ambiente de mais investimento e expansão”, diz a liderança do agronegócio e, para ele, o resultado positivo do PIB da Agropecuária em 2017 deve ficar em linha com a melhora na economia do País.