Geral

PI: Criança é resgatada pedindo comida na rua; polícia investiga rapto

Crédito: Reprodução

O Conselho Tutelar em Teresina (PI) resgatou um menino de aproximadamente seis anos, que estava vivendo na rua com um homem que alegava ser o pai dele. A polícia suspeita que a criança tenha sido sequestrada e obrigada a mentir sobre a própria identidade. As informação são do Uol.

A denúncia do caso foi feita pela empresária Samanta Dourado, que no último dia 17 decidiu ajudar a criança e o suspeito após ser abordada por eles em um posto de gasolina. Segundo Samanta, o menino se aproximou e pediu comida.


Para ajudá-los, a empresária pagou a hospedagem dos dois em uma pousada e, mais tarde, alugou uma quitinete. Dias depois, Samanta foi visitá-los e percebeu que o suspeito havia vendido o botijão de gás da cozinha. Por isso, decidiu chamar o Conselho Tutelar.

Quando a equipe do conselho chegou, o homem estava na sala do apartamento usando drogas. As investigações apontaram ainda que ele não era o verdadeiro pai do menino. A suspeita é de que o garoto foi raptado, após a mãe dele, que mora no Rio de Janeiro, terminar o relacionamento com o suspeito.

Conforme o Conselho Tutelar, a criança foi levada para um abrigo e deve receber o acompanhamento de psicólogos. O caso ainda está sendo investigado. Segundo o Uol, o homem não foi preso.