Brasil

PGR pretende fatiar relatório da CPI da Covid para ações em curso no MPF

Crédito: Reprodução/ YouTube

Augusto Aras (Crédito: Reprodução/ YouTube)


A PGR (Procuradoria-Geral da República) pretende fatiar para diversas áreas do MPF (Ministério Público Federal) o relatório final da CPI da Covid no Senado, aprovado pelos senadores nesta terça-feira (26). As informações são da Folha.

O relatório deve ser entregue ao procurador-geral da República, Augusto Aras, nesta quarta-feira (27), de acordo com a previsão da cúpula da CPI.

No total, 78 pessoas e duas empresas foram alvos de pedidos de indiciamento, entre elas o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), implicado em nove crimes que teria cometido na condução da pandemia.

Bolsonaro foi apontado como o principal responsável por erros na condução da pandemia no país, que levou a mais de 600 mil mortes, é acusado, entre outros, de crimes contra a humanidade.

Cabe à PGR conduzir as investigações envolvendo autoridades com foro privilegiado, como o próprio Bolsonaro, os ministros Marcelo Queiroga, Onyx Lorenzoni, Walter Braga Netto e Wagner Rosário, além de dois filhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).


Saiba mais
+ IPVA 2022 SP: veja como consultar e pagar o imposto
+ Um gêmeo se tornou vegano, o outro comeu carne. Confira o resultado
+ Reencarnação na história: uma crença antiquíssima
+ SP: Homem morre em pé, encostado em carro, e cena assusta moradores no litoral
+ O que se sabe sobre a flurona?
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua