Economia

P&G tem lucro maior do que o esperado no 2º trimestre, mas receita decepciona

A Procter & Gamble (P&G) divulgou hoje que teve lucro líquido de US$ 3,717 bilhões em seu segundo trimestre fiscal de 2020 (encerrado em dezembro), 16% maior que o ganho de US$ 3,194 bilhões obtido em igual período do ano anterior. Na mesma comparação, o lucro por ação subiu de US$ 1,22 para US$ 1,41. Com ajustes, o ganho por ação foi de US$ 1,42, acima da projeção de US$ 1,37 de analistas consultados pela FactSet.

Já as vendas líquidas da P&G tiveram expansão anual de 5% entre outubro e dezembro, a US$ 18,24 bilhões, mas ficaram abaixo da previsão da FactSet, de US$ 18,42 bilhões.

Às 9h15 (de Brasília), a ação da P&G caía 3% nos negócios do pré-mercado em Nova York.