Brasil

PF pede arquivamento de inquérito contra Humberto Costa na lava jato

A Polícia Federal pediu o arquivamento da investigação contra o senador Humberto Costa (PT-PE) no âmbito da Operação Lava Jato. O inquérito contra o senador foi aberto em março de 2015, junto com a primeira leva de investigações perante o Supremo Tribunal Federal de políticos supostamente envolvidos no esquema de corrupção na Petrobrás.

Humberto Costa era suspeito de ter recebido R$ 1 milhão do esquema descoberto pela Lava Jato para abastecer sua campanha ao Senado em 2010. O nome de Costa foi mencionado pelo ex-diretor da Petrobrás, Paulo Roberto Costa, em delação premiada.

A PF, responsável junto com a Procuradoria-Geral da República (PGR), pela realização das investigações que correm perante o Supremo, não encontrou provas que indiquem a solicitação ou recebimento de vantagem indevida – ato necessário para caracterizar o crime de corrupção.

“Sendo assim, esgotadas as diligências vislumbradas por esta Autoridade Policial, não foi possível apontar indícios suficientes de autoria e materialidade a corroborar as assertivas do colaborador Paulo Roberto Costa”, escreveu a delegada sobre o caso. Segundo ela, a produção probatória permaneceu no “campo das incertezas”.

O relatório é assinado pela delegada de Polícia Federal Graziela Machado da Costa e Silva. Agora, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, deve se manifestar sobre o caso, para que o ministro Teori Zavascki decida sobre o eventual arquivamento. (Beatriz Bulla)

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior