Geral

PF faz buscas e mira servidor por corrupção na fiscalização de serrarias

A Polícia Federal cumpriu dois mandados de busca e apreensão nesta terça, 3, na casa e na estação de trabalho de um servidor federal do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) suspeito de deixar de fiscalizar serrarias no Amapá em troca de vantagens indevidas.

O nome da Operação, ‘Acônito’, vem de uma das plantas mais venenosas da floresta.

As investigações começaram a partir de uma prisão em flagrante em 2018. O servidor é investigado por corrupção nas ações de fiscalização no Estado.

A PF apura o crime de corrupção passiva majorada. A pena máxima é de 16 anos de reclusão em caso de condenação.

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Veja também

+ Quarta parcela do auxílio sai hoje (14) para os nascidos em agosto

+ Cunhado de Maradona morre de Covid-19 na Argentina

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?