O camburão da Polícia Federal está perto da porta de Luís Antônio Mendes, filho do governador de Mato Grosso, Mauro Mendes – e com GPS que pode deixar o Palácio Paiaguás como rota de destino. A Operação Hermes II, deflagrada na quarta-feira (8) cercou o herdeiro de Mendes por suspeita de contrabando de mercurio para uso em garimpos que seriam ligados à família.

A denúncia de negociatas via Bolívia e China – dois já foram presos na primeira fase – é do maior jornal do Estado, a “Gazeta de Cuiabá”, que vem destacando manchetes há dois dias com revelações do inquérito. Sócio de duas empresas do setor, Luís Mendes seria preso pelos federais, cita a reportagem, mas o Ministério Público segurou o pedido à Justiça.

A Coluna ainda não conseguiu contato com a defesa de Mendes filho e do governador.

Leia a íntegra da reportagem neste link.

A Gazeta
Reprodução

A Gazeta

 

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias