Economia

Petróleo sobe, apoiado por relatório semanal do DoE e por furacão Florence

Os contratos futuros de petróleo encerraram o pregão desta quarta-feira, 12, em alta, apoiados pelo relatório semanal de estoques do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês) dos Estados Unidos, e com os investidores monitorando os movimentos do furacão Florence, que deve atingir o território americano nesta quinta-feira.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o petróleo WTI para entrega em outubro fechou em alta de 1,62%, para US$ 70,37 por barril. Já na Intercontinental Exchange (ICE), o barril do Brent para novembro avançou 0,86%, para US$ 79,74.

“Temos uma enorme quantidade de fatores de alta no curto prazo para os preços do petróleo, como as sanções americanas ao Irã, dados dos estoques nos EUA otimistas e expectativa de queda da produção”, disse o analista sênior da Baird, Ethan Bellamy. “Acrescente a isso alguma preocupação com a possibilidade de furacões no Golfo do México e nós temos um pequeno e agradável rali.”

O DoE informou nesta quarta-feira, 12, que o volume estocado de petróleo bruto nos EUA caiu 5,3 milhões de barris na semana passada, para 396 milhões de barris, o que marca a primeira leitura abaixo de 400 milhões de barris desde fevereiro de 2015 e está 3% abaixo da média de cinco anos. Analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam uma queda de apenas 1,6 milhão de barris.

Ajudando a alimentar essa queda nos estoques, houve um salto nas exportações de petróleo dos EUA, que aumentaram em mais de 300 mil barris por dia, para 1,8 milhão de barris diários à medida que o aumento do spread entre o petróleo WTI e o preço do Brent torna o óleo produzido em solo americano mais atraente para as nações importadoras da commodity.

O relatório semanal do DoE também mostrou que a produção diária de petróleo recuou de um recorde de 11 milhões de barris para 10,9 milhões na semana passada. Esses dados combinam com um relatório do departamento divulgado na terça-feira em que o governo reduziu sua previsão de produção de petróleo dos EUA em 2019 de 11,7 milhões de barris por dia para 11,5 milhões de barris por dia. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tópicos

Petróleo