Finanças

Petróleo opera em alta, à espera do DoE

Os contratos futuros de petróleo operam em alta nesta manhã, impulsionados pela estimativa de queda de estoques semanais da commodity nos Estados Unidos, relatada pelo American Petroleum Institute (API, uma associação de refinarias). A expectativa é que os números oficiais do Departamento de Energia (DoE, na sigla em inglês), que saem às 12h (de Brasília), consolidem essa tendência.

No final da tarde de ontem, o API estimou que os estoques de petróleo dos Estados Unidos tenham recuado 5,8 milhões de barris na semana passada. Os estoques de gasolina, por sua vez, teriam caído 5,7 milhões de barris na semana. Os de destilados, por outro lado, teriam subido 400 mil barris.

O estudo do API é considerado uma prévia do indicador oficial do DoE. Analistas ouvidos pela Dow Jones Newswires preveem que os estoques semanais tenham tido queda de 2,5 milhões de barris na semana passada, enquanto os de gasolina teriam recuado 1,4 milhão de barris.

Às 9h45, o barril do Brent para setembro subia 1,51%, para US$ 48,51 na Intercontinental Exchange (ICE). O contrato do WTI negociado na New York Mercantile Exchange (Nymex) avançava 1,60%, para US$ 45,85. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também

+ Pronampe: pedidos ao Sicoob somam R$ 500 mi em 1 dia, 41% do limite
+ Leilão tem Camaro por R$ 72 mil e Versa por R$ 22 mil
+ Gafanhotos: Bahia enfrenta nuvem de insetos
+ A história da Rural e da picape F-75, avós dos SUVs brasileiros
+ 5 dicas para conservar (ou comprar) uma picape
+ Hackers brasileiros roubaram dados de clientes em 12 bancos
+ Jovem pede delivery e encontra dedo humano em esfirra
+ Veja 7 incríveis casas na natureza para sonhar
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

Tópicos

Mundo Petróleo