Economia

Petróleo fecha em alta de mais de 2% após relatório do DoE com estoques nos EUA

Os contratos futuros de petróleo fecharam em altas de mais de 2% nesta quarta-feira após o Departamento de Energia dos Estados Unidos (DoE) apontar queda dos estoques de destilados e em Cushing, ainda que as reservas de petróleo bruto tenham avançado um pouco acima das expectativas.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), o barril do WTI para janeiro de 2020 teve ganho de US$ 1,66 (+2,91%), a US$ 57,01, enquanto o Brent para igual mês subiu US$ 1,49 (+2,39%), a US$ 62,40 o barril.

Apesar de a contagem de estoques de petróleo nos EUA ter avançado na semana passada 1,379 milhão de barris, superando a previsão de analistas ouvidos pelo Wall Street Journal, de ganho de 1,1 milhão de barris, os de destilados caíram 974 mil barris, ante projeção de recuo de 900 mil barris.

Os estoques de petróleo em Cushing baixaram 2,295 milhões de barris.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ A “primavera das bikes” pós-pandemia vai chegar ao Brasil?
+ Após se aposentar da Globo, Sérgio Chapelin aparece com novo visual; veja
+ Nick Cordero morre aos 41 anos, vítima de complicações da Covid-19
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior

Tópicos

Petróleo