Geral

Petrobras lança Iniciativa para a Primeira Infância

Em evento fechado à imprensa e realizado hoje (21) em sua sede, no Rio de Janeiro, a Petrobras lançou a Iniciativa Petrobras para a Primeira Infância, cujo objetivo é promover o desenvolvimento de crianças até seis anos de idade. Com essa finalidade, a companhia vai investir R$ 20 milhões nos próximos três anos em ações que resultem na melhoria da qualidade do ensino na pré-escola, no Centro de Referência de Assistência Social e nas organizações da sociedade civil (OSCs) que já atuam na primeira infância.

Essas ações envolvem capacitação para profissionais da rede pública de assistência social e ensino; formação para organizações da sociedade civil que atuam na proteção de crianças; palestras para gestantes, pais, responsáveis e tutores; grupos de cuidados sobre a prevenção da violência familiar; disseminação de informações sobre o tema para jornalistas e estudantes de comunicação; além de acompanhamento da implementação do Marco Legal da Primeira Infância. A informação é da assessoria de imprensa da Petrobras.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, destacou a importância do estímulo à primeira infância para melhorar de forma significativa as oportunidades das crianças na vida adulta. “Evidências mostram claramente que crianças que receberam cuidados na primeira infância tiveram melhores oportunidades de vencerem na vida, de serem bons cidadãos e de terem renda mais elevada”, afirmou Castello Branco. Presente à cerimônia, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, salientou que “a política para a primeira infância é a mais importante para trabalhar, porque ela é transformadora”. Terra completou que o trabalho integrado nesta área pode render lições para o resto do Brasil.

Parcerias

Os projetos serão realizados por meio de parcerias entre a Petrobras e instituições de referência, entre as quais se destacam a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento, o Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da Fundação Getulio Vargas  e a Associação Nacional de Direitos da Infância. Será celebrado também termo de cooperação da Petrobras com a universidade norte-americana ‘Rice University’, de Houston, Texas, que irá auxiliar na avaliação de impacto das iniciativas.

Ainda na solenidade, a Petrobras formalizou sua adesão à Rede Nacional Primeira Infância, que congrega organizações que atuam na promoção e garantia dos direitos da primeira infância.

Resultados

Os resultados dos projetos no longo prazo serão documentados por meio do monitoramento de indicadores e ferramentas de avaliação de impacto. Nesta fase inicial, serão implantadas ações em quatro cidades. O número de municípios atendidos pela iniciativa aumentará para 11 nos próximos três anos. De acordo com a Petrobras, a seleção de cidades que participarão do programa leva em conta o fato de ser município da área de influência das operações da Petrobras, ter Serviço de Proteção e Atendimento Integral à Família, ter aderido ao Programa Criança Feliz, ter o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos e ter OSCs com atuação regional em assistência social direcionada à primeira infância.

A ideia é que o modelo possa ser replicado em outras localidades, a partir dos primeiros aprendizados alcançados. Segundo a Petrobras, o programa se baseia em pesquisas coordenadas pelo Prêmio Nobel de Economia James Heckman, que comprovam que a melhoria da qualidade do desenvolvimento da primeira infância tem possibilidade de gerar resultados econômicos e sociais sustentáveis no tempo.