Mundo

Peru supera as 4.000 mortes por COVID-19

Peru supera as 4.000 mortes por COVID-19

Pessoas aguardam atendimento médico do lado de fora da emergência do hospital Alberto Sabogal, em Lima, 27 de maio de 2020 - AFP

O Peru superou nesta quinta-feira (28) as 4.000 mortes pelo novo coronavírus, com 116 óbitos nas últimas 24 horas, uma diminuição com relação aos dias anteriores, totalizando mais de 141.000 casos confirmados, informou o Ministério da Saúde.

O país andino registrou oficialmente 5.874 novos casos de COVID-19, elevando o total de contágios a 141.779, 42% a mais do que há oito dias. O Peru é o segundo país com maior número de casos do novo coronavírus na América Latina depois do Brasil.

A cifra de mortes pelo coronavírus chegou a 4.099 em um país de 33 milhões de habitantes, que está com a capacidade hospitalar à beira do colapso, com 8.395 pacientes internados com COVID-19, e sua economia, semiparalisada.

Nas últimas 24 horas 116 pessoas morreram por COVID-19 no país, uma redução com relação à véspera, quando os mortos foram 195. Em número de mortes pelo novo coronavírus, o Peru é o terceiro país latino-americano mais afetado, depois do Brasil e do México.

O Peru está há 74 dias em confinamento nacional obrigatório, sob um toque de recolher noturno e com as fronteiras fechadas, o que não impediu que a pandemia se espalhasse pelo país.

“Se não tivéssemos tido quarentena, chegaríamos a 83.000 mortos”, afirmou o primeiro-ministro, Vicente Zeballos.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior