Esportes

Peru quer se preparar na Espanha para repescagem da Copa do Mundo do Catar-2022

O técnico do Peru, o argentino Ricardo Gareca, anunciou nesta quarta-feira que é muito possível que sua seleção se prepare na Espanha para a partida da repescagem da Copa do Mundo do Catar-2022, marcada para junho.

“O país com o maior percentual de confirmação seria a Espanha, as cidades poderiam ser Barcelona ou Múrcia”, disse Gareca em entrevista coletiva.

Além disso, “existe a possibilidade na Espanha de realizarmos um amistoso”, acrescentou.

O Peru conseguiu a vaga na repescagem ao final das eliminatórias sul-americanas, na qual as seleções que se classificaram de forma direta para o Catar foram Brasil, Argentina, Equador e Uruguai.

A seleção ‘inca’ enfrentará em um jogo único (no dia 13 ou 14 de junho em Doha) o quinto colocado da zona asiática valendo uma vaga na Copa do Mundo.

‘El Tigre’ indicou que os treinos começariam com jogadores do meio local e de algumas ligas estrangeiras que estão em recesso, e a maioria dos convocados se juntaria na Europa.

“A equipe vai chegar muito bem. Não vamos ter grandes inconvenientes. Onde nos disserem que temos de ir jogar, vamos jogar. A seleção é forte”, alertou o treinador, após lamentar a crise política que o Peru vive.

“Espero que, em poucos anos, Deus ilumine o Peru, pelo povo maravilhoso que tem, que está abandonado, e por todas as deficiências que um país tem com um povo que só quer trabalhar”, comentou.

“O esporte aqui não tem absolutamente nada a ver com isso, não tem interesse. Isso me preocupa”, criticou Gareca sobre as dúvidas se a partida entre o Sporting Cristal do Peru e o Flamengo do Brasil pela Copa Libertadores aconteceria na terça-feira.

Por outro lado, Gareca descartou que vai assinar contrato com outro time, já que insistiu que está focado na repescagem da Copa do Mundo com a seleção peruana.

Segundo a imprensa, o presidente da Federação Chilena de Futebol, Pablo Milad Abusleme, está interessado em Gareca para iniciar um novo processo com a ‘Roja’, que ficou de fora da Copa do Mundo pela segunda vez consecutiva.

“Nunca nos permitiríamos ter um contato oficial neste momento. Quando renovamos com a seleção, independentemente de correr bem ou mal, não aceitaria falar com alguém”, disse ele.

Este será a segunda repescagem consecutiva para o Peru. A primeira foi a da Copa da Rússia-2018, que permitiu aos peruanos voltar a uma Copa do Mundo após 36 anos de ausência, ao derrotar a Nova Zelândia na repescagem.

cm/fj/aam