Edição nº2504 08.12 Ver edições anteriores

Perigosa: livro e carnaval

Juliana Paes sairá consagrada como atriz e como mulher lindíssima quando a novela “A Força do Querer” chegar ao fim, mês que vem. Fora das gravações, ela desenvolve um outro trabalho com o fotógrafo Sergio Baia, que é a produção de imagens matadoras que poderão virar um livro só dela. Quando tem um tempinho, a musa liga e os dois vão para o estúdio ou algum cenário. A intenção de Baia é reunir os registros em um obra. “Ela é solar, fofa, legal, gente boa. É fácil fotografar a Juliana”, diz ele. Um truque para conseguir bastante material é ser rápido no trabalho já que a intérprete de Bibi Perigosa vive na correria devido a gravações. Outro projeto de Juliana é voltar a desfilar no carnaval depois de 13 anos longe da folia carioca. O gatilho da decisão foi esse: “Quer saber? A vida passa rápido, eu vou!”

Que fase!

Divulgação

A semana foi intensa para Neymar. Depois de ter brigado com o uruguaio Cavani, seu companheiro no PSG, ele pediu desculpas ao time e disse estar arrependido do destempero mostrado no vestiário após discutir em campo sobre quem bateria uma falta e um pênalti. Houve até um jantar de reconciliação em Paris. Também causou furor seu suposto namoro com a modelo portuguesa Sara Sampaio. Ela usou o instagram para desmentir: “Adivinhem só: um cara e uma moça podem ser APENAS amigos!”. Sara tem namorado e não parece disposta a trocá-lo . Mas o craque brasileiro terminou a semana com um bom passe, digamos assim. Rompido com a atriz Bruna Marquezine, ele foi simpático ao comentar em uma foto de Alexandre Pires ao lado da ex, no Rock in Rio: “Prazer em revê-la, comadre.”

“Quero esse cabelão”

Divulgação

Taís Araújo é uma das poucas celebridades que usam suas redes sociais mais para defender causas do que exibir a beleza. Recentemente, ela abraçou a campanha #HomofobiaÉDoença, discutiu representatividade na mídia, se engajou na “mãe de todas as lutas”, como disse, em defesa da Amazônia, e ainda provocou uma espécie de terapia familiar ao contar que a filha de quase três anos “enlouquece com princesas, brinca de mãe e filho o dia todo e chora quando entra numa loja de brinquedos querendo ferro e tábua de passar!” Taís faz de suas páginas verdadeiras tribunas de debates contemporâneos. Uma exceção foi este desenho feito pelo artista mineiro Davii Honorato. “Encantada com o talento dele. Agora quero ter esse cabelão imenso pra mim”, declarou. O artista disse que o apelo capilar é determinante: “Escolho a pessoa pensando no cabelo.”

A reinvenção

Divulgação

A ex-ginasta Laís de Souza mudou a forma de encantar o Mundo. Ao invés de estripulias em barras ou saltos, ela agora dá aulas, literalmente, de superação.

Três anos depois do acidente, o que mudou?
Minha forma de pensar e encarar a vida. Antes, eu só pensava em melhorar como atleta. Hoje, quero ajudar as pessoas que vivem situações semelhantes à minha, terminar a faculdade de psicologia. E viver dia após dia.

Como superar?
A superação depende de estar bem psicologicamente. O tempo parecia infinito enquanto fiquei deitada numa cama de hospital à base de medicamentos. No começo, não aceitei o que tinha acontecido comigo, e que era irremediável. A aceitação acontece num processo muito lento.

E o futuro? Namorando?
Adoraria trabalhar como coaching ou com psicologia esportiva. Não estou namorando. Quero conhecer alguém que goste de mim e entenda minha deficiência. Quando eu encontrar, seguiremos juntas.

Dilúvio

Divulgação

A nova peça de Gerald Thomas, “Dilúvio”, terá apenas mulheres — seis — no elenco. Segundo ele, fala, entre outras coisas, “sobre nossa ridícula e falsa cognitividade depois da introdução do iPhone, smartphone, Google etc. Mas é também sobre a junção de todas as crueldades tal e qual Noé as reconheceu — biblicamente falando.” Uma das protagonistas é a atriz portuguesa Maria de Lima e, outra, a paraguaia Ana Ivanova. Elas falarão em suas próprias línguas e isso é parte da proposta de “uma espécie de embate entre colonizadores, o português e o espanhol, que dividiram o mundo.” A estreia será em 11 de novembro, em São Paulo.

Beleza americana

Divulgação

Começar uma carreira na TV apresentando o reality show “American Beauty Star”, no canal Lifetime, não é para qualquer um, não. Mas a modelo baiana Adriana Lima estreou na função semana passada. O fotógrafo Russel James vibrou muito e fez uma brincadeira com seu clique da beldade nua: “Desculpe, ela não vai apresentar o programa nesses trajes”.


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2017 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicações Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.