Geral

Pepê marca, Gremio bate o Inter e alcança 10 jogos de invencibilidade no Gre-Nal

Em um jogo muito truncado e de pouca técnica, o Grêmio derrotou o Internacional por 1 a 0, no Beira-Rio, nesta quarta-feira, e manteve a soberania em Gre-Nais ao chegar a dez jogos sem perder para o maior rival. Além disso, com a vitória, conquistada com gol de Pepê, a equipe do técnico Renato Gaúcho ganhou fôlego na Libertadores e deixou embolado o Grupo E.

Com o resultado positivo no Gre-Nal 427 da história, o Grêmio ampliou seu retrospecto positivo diante do Inter. Está invicto há dez partidas, já há mais de dois anos. Em 2020, foram quatro triunfos e um empate. O time colorado não marcou um gol sequer em todos os clássicos neste ano e segue a sua sina de não conseguir derrotar o arquirrival desde setembro de 2018.

De quebra, a equipe de Renato Gaúcho se redimiu do revés para a Universidad Católica no Chile, na semana passada, e melhorou sua posição no Grupo E. Permanece no segundo lugar, mas agora colou no Inter. Os dois somam sete pontos, mas a equipe colorada lidera a chave por ter saldo de gols superior (3 contra 1).

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

O jogo foi ruim na primeira etapa. O Grêmio foi superior, mas não o suficiente para impor um domínio e abrir o placar. O que o time do técnico Renato Gaúcho fez nos 45 minutos iniciais foi apertar a saída de bola do rival, forçando os zagueiros adversários a darem chutões para frente, e trocar passes à espera de uma brecha do Inter, que tinha muita dificuldade no começo da construção das jogadas, mas se defendeu bem e permitiu poucos ataques do arquirrival.

A melhor chance saiu dos pés de Alisson. Ele recebeu de Pepê, que ganhou de Saravia no lado esquerdo do ataque, e finalizou para fora, por cima. Orejuela também tentou em arremate de fora da área, mas mandou para longe da meta. O Inter não criou chances perigosas. O lance mais incisivo foi uma tabela entre Abel Hernández e Thiago Galhardo, que pediu pênalti após choque com Rodrigues, mas o árbitro Patricio Loustau nada marcou.

Inofensivo no primeiro tempo, o Inter voltou melhor para a segunda etapa, com Boschilia aberto pela direita, e Marcos Guilherme no lado oposto. Aos nove minutos, obrigou, enfim, Vanderlei a trabalhar em cabeceio firme de Thiago Galhardo após passe de Marcos Guilherme. O goleiro gremista fez uma bela defesa e manteve o placar zerado.

+ Polícia aborda ambulância com sirene ligada e descobre 1,5 tonelada de maconha

O Grêmio retomou o controle do duelo a partir dos 15 minutos e quase marcou em dois lances com Pepê e Alisson. Depois de insistir mais que o arquirrival, o time tricolor inaugurou o marcador aos 28 minutos. Um dos melhores da partida, Pepê recebeu de Darlan, levou para a perna direita e finalizou com categoria, no canto esquerdo de Marcelo Lomba para marcar um belo gol. O jovem fez história ao anotar o primeiro – e até agora único – gol da história de um Gre-Nal na Libertadores.

Vendo seus comandados em desvantagem, o técnico Eduardo Coudet resolveu agir e mandou D’Alessandro e Leandro Fernández para campo. As alterações deixaram a equipe mais ofensiva e o desempenho melhorou, mas não o suficiente para conseguir o empate. Quem mais chegou perto foi Thiago Galhardo. Após falta levantada na área, ele cabeceou rente à trave esquerda. Depois disso, os visitantes conseguiram cozinhar o jogo e o time de Eduardo Coudet novamente saiu de um Gre-Nal sem vitória.

Os dois têm compromisso pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores na próxima terça-feira, 29. O time tricolor encara a Universidad Católica, do Chile, em Porto Alegre, às 19h15. Às 21h30, a equipe colorada visita o América de Cali, na Colômbia. Antes, no sábado, ambos entram em campo pela 12ª rodada do Brasileirão. Às 19 horas, o Inter recebe o São Paulo no Beira-Rio, e o Grêmio visita o líder Atlético-MG, no Mineirão, às 21 horas.

FICHA TÉCNICA

INTERNACIONAL 0 X 1 GRÊMIO

INTERNACIONAL – Marcelo Lomba; Saravia, Zé Gabriel, Cuesta e Matheus Jussa; Musto, Rodrigo Lindoso (D’Alessandro), Boschilia e Marcos Guilherme (Leandro Fernández); Thiago Galhardo e Abel Hernández. Técnico: Eduardo Coudet.

GRÊMIO – Vanderlei; Orejuela (Ruan), Rodrigues, Kannemann e Cortez; Lucas Silva, Matheus Henrique e Darlan (Robinho); Alisson (Guilherme Azevedo), Pepê (Luiz Fernando) e Diego Souza (Isaque). Técnico: Renato Gaúcho.

GOL – Pepê, aos 28 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Patricio Loustau (Argentina).

CARTÕES AMARELOS – Rodrigo Lindoso e Leandro Fernández (Internacional); Lucas Silva (Grêmio).

PÚBLICO E RENDA – Jogo sem torcida.

LOCAL – Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou
+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea