Mundo

Pentágono continua a apoiar acordo com Irã, diz alto funcionário

Pentágono continua a apoiar acordo com Irã, diz alto funcionário

O comandante das forças americanas no Oriente Médio, general Joseph Votel, durante audiência no Capitólio em Washington, nos Estados Unidos, em 27 de fevereiro de 2018 - AFP

O acordo nuclear com o Irã continua sendo do interesse dos Estados Unidos, avaliou nesta terça-feira (13) um alto funcionário do Pentágono, apesar das críticas do presidente Donald Trump ao pacto.

“Sim, tenho a mesma opinião” do secretário de Defesa Jim Mattis e do chefe do Estado-Maior Joe Dunford, que consideram que está nos interesses dos Estados Unidos conservar o acordo com Teerã, disse o comandante das forças americanas no Oriente Médio, o general Joseph Votel, diante de comissão do Senado.

“Do meu ponto de vista, (o acordo) resolve uma das principais ameaças que enfrentamos por parte do Irã”, disse Votel, avaliando que, se o pacto “desaparecer”, os Estados Unidos terão que “buscar outra forma de lidar com o programa de armas nucleares” do país.

Trump, que ameaçou abandonar o acordo internacional com Teerã, mencionou este tema entre as divergências que tinha com seu chefe da diplomacia Rex Tillerson, demitido nesta terça-feira.

O acordo foi assinado em julho de 2015, durante o governo de Barack Obama, por Estados Unidos, China, Rússia, França, Reino Unido e Alemanha.

O pacto limita rigorosamente as atividades nucleares de Teerã para garantir sua natureza pacífica, em troca de um levantamento das sanções financeiras contra o Irã.