Mundo

Pensilvânia confirma vitória de Biden no estado

WASHINGTON, 24 NOV (ANSA) – Um dia após Michigan confirmar a vitória de Joe Biden, a Pensilvânia seguiu o mesmo caminho e certificou o triunfo do democrata nesta terça-feira (24) no estado nas eleições de 3 de novembro.   

A confirmação foi divulgada pelo governador Tom Wolf em uma publicação no Twitter. Segundo ele, o Departamento de Estado da Pensilvânia certificou os resultados do pleito para presidente e vice-presidente dos Estados Unidos.   

“Conforme exigido pela lei federal, assinei o Certificado de Verificação para a lista de eleitores de Joe Biden e Kamala Harris”, escreveu o governador da Pensilvânia.   

Com 20 votos no colégio eleitoral, a Pensilvânia recebeu diversas acusações do atual presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de suposta fraude eleitoral. O estado é considerado uma peça-chave em suas tentativas na justiça de invalidar os resultados das eleições.   

A certificação de hoje, porém, é mais uma derrota para o republicano, que autorizou o início do processo de transição de governo, apesar de insistir em uma batalha legal contra a vitória de Biden. (ANSA)


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel