Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

O transporte coletivo da cidade São Paulo foi alvo de uma onda de ataques nesta segunda-feira (12). A SPTrans registrou pelo menos nove ônibus que foram vandalizados.

O local dos ataques foram as Zonas Sul e Leste e prejudicaram o funcionamento de 62 linhas. A Polícia Civil apura o caso para detectar as possíveis causas.

O registro do primeiro ataque aconteceu as 5h15 na Ponte do Socorro, na Zona Sul. Um grupo entrou no coletivo e mandou os passageiros descerem do ônibus e na sequência cortou a correia do motor. Uma das pessoas que desceu do veículo acabou sendo atropelada e foi socorrida para uma unidade de saúde. Até o momento, o estado de saúde e o nome da vítima não foram divulgados.

Os vândalos ainda tentaram colocar fogo no ônibus, mas os operadores conseguiram apagar as chamas com os extintores de incêndio.

A SPTrans registrou em seu site uma cronologia detalhada das linhas afetadas e os locais dos outros oito ataques. A empresa acionou a polícia e informou por meio de nota que vai registrar boletins de ocorrência.

Nova onda de ataques

Não foi a primeira vez neste ano que o sistema de transporte sofreu com ataques deste tipo. Em 14 de junho, coletivos que trafegavam pelo centro da capital paulista também foram alvo de ataques, o que prejudicou a circulação de pelo menos 30 linhas.

Já em 28 de junho, os ataques afetaram os terminais de Pinheiros, na Zona Oeste, e em São Mateus, na Zona Leste.