Mundo

Cinco pessoas da mesma família morrem após disparos perto do aeroporto de Bagdá

Cinco pessoas da mesma família morrem após disparos perto do aeroporto de Bagdá

De outubro ao final de julho, ocorreram 39 ataques contra os interesses dos Estados Unidos - AFP/Arquivos

Três crianças e duas mulheres de uma mesma família morreram nesta segunda-feira(28) depois que um foguete atingiu sua casa no Iraque. O disparo foi em direção ao aeroporto de Bagdá, onde soldados americanos estão posicionados, informou o Exército.

Este novo ataque aos interesses dos Estados Unidos, o mais recente de uma longa série desde o início de agosto, ocorre depois que Washington ameaçou fechar sua embaixada e retirar seus 3.000 militares do Iraque se os disparos não cessassem.

Esses atentados, que já acontecem há um ano e foram recentemente reivindicados por grupos desconhecidos, causaram poucas vítimas.

Três soldados, um britânico, um americano e um iraquiano, foram mortos, além de dois soldados subcontratados, sendo um americano e um iraquiano. Civis foram feridos quando mísseis atingiram suas casas.

É a primeira vez, no entanto, que tantos civis morrem em um desses ataques. De acordo com o Exército, outras duas crianças ficaram feridas. As contas pró-Irã nas redes sociais costumam comemorar rapidamente essas ações, mas não foi o que aconteceu nesta segunda-feira.

O ataque desta segunda-feira não foi reivindicado. Os semelhantes foram lançados por grupos desconhecidos que surgiram recentemente e asseguram em suas declarações que estão agindo contra “o ocupante americano”.

Esses grupos de nome desconhecido são, segundo especialistas, disfarces das facções xiitas pró-Irã de Hashd al Shaabi, agora integradas ao Estado.

O Exército iraquiano, por sua vez, acusou nesta segunda-feira “gangues de criminosos e gangues ilegais” que buscam “criar o caos e aterrorizar o povo”.

De outubro ao final de julho, ocorreram 39 ataques contra os interesses dos Estados Unidos. Washington insiste que Bagdá age contra esses grupos. Mas o Iraque também deve enfrentar o vizinho Irã, ferrenho inimigo dos Estados Unidos, que arma, financia e apoia numerosas facções do Hashd.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago