Pelo mar: 5 destinos para viagens de barco pelo litoral de SP

Crédito: Flavia Vitorino

(Crédito: Flavia Vitorino)

Imagine você que de Cananéia a Ubatuba são aproximadamente 800 km de extensão litorânea, e estamos falando só do Estado de São Paulo. O Brasil tem o 16º maior litoral do mundo e o brasileiro tem o mar como destino favorito sem sombra de dúvidas.

Aliás, uma pesquisa feita pela empresa Interamerican Network mostrou que 39% dos brasileiros pretendem ainda este ano fazer uma viagem para praia. Mas pretender é uma coisa, poder é outra.

Mesmo com o abre e fecha das praias do Brasil, aglomerar não é o que precisamos no momento e não há especialista que consiga avaliar com precisão até quando estaremos nesta situação.

Enquanto isso, algumas empresas de turismo náutico tentam desenvolver opções seguras que não envolvam contato com os moradores locais e nem causem aglomeração: alugar uma “casa na água”. É uma vista diferente por dia sem sair do barco.

Dentre todos os modelos de embarcações para pernoites, os mais charmosos e acessíveis são os veleiros, que têm a opção de navegar com a força do vento, além do motor.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Essas embarcações são classificadas por pés (a unidade de medida do tamanho do barco) e possuem de um até quatro quartos, com opção de ar condicionado, banheiro com água quente, cozinha equipada, sala e churrasqueira.

Os preços também sofrem uma grande variação, que vão de R$ 400 até R$ 5 mil por dia, dependendo do tamanho e da quantidade de pessoas.

Ao fazer a locação de um charter, o roteiro fica a sua escolha, assim como se você vai optar por ter um capitão para navegar ou não. De norte a sul, os cantos paradisíacos e isolados pelo mar são incontáveis.

 

1 – Ilha do Cardoso – Cananéia

Fotos Flavia Vitorino

A ilha faz parte do Parque Estadual da Ilha do Cardoso e tem acesso controlado, não existe rede de luz elétrica, e não entram carros. É completamente rústica, e mantém a fauna e a flora muito exuberantes da região, declarado Patrimônio Natural da Humanidade pela Unesco.

 

2- Ilha de Alcatrazes – São Sebastião

Alcatrazes é um mundo perdido, meio que cenário de filme, dentro de uma área de conservação marinha de 70 mil hectares e é agora Refúgio de Vida Silvestre, sob gestão do ICMBio.

 

3- Ilha das Cabras – São Sebastião

A Ilha das Cabras abriga o Santuário Ecológico Submarino e é ponto de snorkeling pois as  águas são muito claras e o local tem as mais variadas espécies de peixes e outros habitantes marinhos.

 

4- Ilha das Couves – Ubatuba

É uma das últimas ilhas antes da fronteira com o Rio de Janeiro. Isso faz com que o local tenha águas extremamente cristalinas, com coloração que oscilam entre azul e esverdeado.

 

5- Laje de Santos – Santos

Se o programa for mergulhar, não há ponto melhor. O Parque Estadual Marinho da Laje de Santos é um dos principais pontos de mergulho do Estado e oferece condições muito especiais em termos de visibilidade e profundidade, como também pela grande biodiversidade que o local apresenta.

 

Onde reservar:

 

https://www.nautal.com.br/

https://www.sailabout.com.br/

https://marealtacharter.com.br/

Veja também

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Jack Daniel’s com maçã começa a ser vendido no Brasil

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?


Mais posts

Ver mais

Copyright © 2020 - Editora Três
Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.