Em Cartaz

Peça vasculha a decadência

Crédito: Mariana Chama

“Baal” (1923), de Bertold Brecht, encena a involução do personagem-títiulo, de poeta a criminoso. A trama dá a deixa para a Cia. Les Commediens Tropicales e o Quarteto à Deriva montar “Baal.Material”, que dissolve o texto original em vários quadros estanques para discutir a decadência atual. Soma vídeo, arte e show em um cenário com 230 caixas baseadas na obra “Brillo”, de Andy Warhol. Galpão do Folias (SP), até 18/2.