Economia

PEC paralela deve ser votada dia 6 na CCJ e semana que vem no plenário, diz líder


O líder do governo no Congresso, Eduardo Gomes (MDB-TO), afirmou que a PEC paralela deve ser votada nesta quarta-feira, 6, na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado e semana que vem no plenário da Casa. A proposta inclui Estados e municípios na reforma da Previdência e promove outras alterações no sistema.

O mesmo calendário de votação – quarta na CCJ e semana que vem no plenário – foi citado por Gomes para o projeto que regulamenta a aposentadoria especial por periculosidade.

A votação dessa proposta no Senado é condição colocada por parlamentares para promulgar a reforma da Previdência.

A promulgação da reforma, conforme apurou o Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), é esperada pelo governo para os próximos dias 13 ou 14 de novembro, após a votação da PEC paralela e do projeto da aposentadoria especial.


+ MS: Homem que revelou amante pouco antes de ser intubado deixa UTI-covid
+ Ratinho critica Dudu Camargo: ‘Só o Silvio gosta dele’



Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS