Ediçao Da Semana

Nº 2743 - 19/08/22 Leia mais

O presidente da Comissão de Constituição e Justiça, Davi Alcolumbre, segue a inexplicável rotina de irritar os outros.

Após comprar briga com o Palácio do Planalto e o Judiciário – ao segurar a agenda da sabatina do indicado André Mendonça ao STF – o senador agora atinge o tradicional Ministério das Relações Exteriores e suas carreiras de classes.

Alcolumbre agora é alvo de indignação de diplomatas. Com apoio garantido em plenário de alguns congressistas, ele protocolou a PEC n° 34 que abre brecha para que deputados ou senadores ocupem cargos em embaixadas no exterior – e o melhor presente, sem perder o mandato.

Essa proposta beneficia, também, uma demanda recente: o presidente Jair Bolsonaro prometeu ao ex-senador e ex-prefeito do Rio Marcelo Crivella nomeá-lo para a Embaixada na África do Sul.

O convite está travado na tramitação e não há certeza de que ocorra ainda este ano. Como Crivella deve disputar para deputado federal, ainda poderá ter uma porta aberta futuramente, e oficialmente, caso a proposta avance no Congresso.