Geral

PE: Adolescente acusa oito jovens de estupro coletivo em praia de Recife

Crédito: pixabay

imagem ilustartiva (Crédito: pixabay)

A Polícia Civil de Pernambuco está investigando a denúncia de uma adolescente de 16 anos, que acusou um grupo de jovens de estuprá-la na praia de Candeias, em Recife (PE), no sábado (24). De acordo com a vítima, ela foi atraída para uma armadilha por um rapaz com quem já havia se relacionado.

Em entrevista ao Uol, a adolescente contou que estava em uma festa com alguns amigos, quando o rapaz com quem ela já havia se relacionado a chamou. “Eu fui até ele e ele me perguntou se eu topava ficar com o amigo dele. Eu disse que não. Aí, ele perguntou: ‘e comigo?’. Eu topei porque já tinha ficado com ele”, explicou.


Conforme a vítima, o jovem a chamou para ir a uma área sem iluminação da praia para terem mais privacidade. “Quando chegou lá tinha mais sete meninos. Ele virou para mim e perguntou se eu aguentava todo mundo. Eu disse que não. Mas já foram me colocando de quatro e eu não conseguia me soltar”, disse ao Uol.

“Tentaram até fazer sexo anal comigo e eu só fazia chorar. Aí, eles não conseguiram terminar”, afirmou a vítima. No dia seguinte ao crime, ela e a mãe foram à delegacia registrar a denúncia. A Polícia Civil informou que a DPCA (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) já deu início às investigações.

Ainda segundo o Uol, a mãe da jovem também a levou para fazer exames e passar por perícia para serem incluídos à investigação. “Como é que fazem isso com uma criança? E esse menino que levou minha filha para uma armadilha? O que se passa na cabeça de uma pessoa achar normal forçar a outra a transar com oito homens?”, questionou a mãe da vítima em entrevista ao Uol.