Cultura

Pausini critica repercussão ‘exagerada’ de morte de Maradona

ROMA, 26 NOV (ANSA) – A cantora italiana Laura Pausini criticou a repercussão midiática gerada pela morte do ex-jogador argentino Diego Armando Maradona, vítima de uma parada cardiorrespiratória aos 60 anos de idade.   

Em uma publicação no Instagram, a artista comparou o espaço dado pelos meios de comunicação ao ex-craque do Napoli com a repercussão sobre o “Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres”, celebrado anualmente no dia 25 de novembro.   

“Na Itália a despedida de um homem que é certamente muito bom a jogar futebol, mas realmente não muito apreciado por mil coisas pessoais que se tornaram públicas, é mais notícia do que o adeus a tantas mulheres espancadas, estupradas, maltratadas”, escreveu.   

Pausini ainda lembrou que o país europeu registrou outros dois casos de feminicídio nesta quarta-feira (25) e isso não foi a notícia mais importante da Itália. “Realmente não sei o que pensar”, finalizou.   

A declaração polêmica da artista recebeu diversas críticas dos usuários nas redes sociais, incluindo a também cantora italiana Fiorella Mannoia.   


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

“Se Michael Jackson tivesse morrido ontem, teria acontecido a mesma coisa. Quando se vão homens tão amados no mundo inteiro é lógico que isso aconteça. Ele não escolheu morrer no dia mundial contra o feminicídio. Chega dessa polêmica vulgar”, rebateu.   

Poucas horas depois, Pausini excluiu a publicação de sua conta no Instagram.   

Dono de uma habilidade rara, Maradona ganhou fama no mundo inteiro e conquistou milhares de italianos, principalmente por sua atuação com a camisa do time napolitano, o que resultou na vitória dos primeiros títulos da cidade na Série A, nas temporadas 1986/87 e 1989/90. (ANSA)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel