Esportes

Paulo Coelho revela que estava escrevendo livro com Kobe Bryant

Entre as personalidades que lamentaram a morte de Kobe Bryant, um dos maiores jogadores de basquete da história, está o escritor Paulo Coelho. Em sua mensagem, o brasileiro revelou que estava escrevendo um livro para crianças em parceria com o astro e afirmou que iria “deletar o rascunho” após a trágica notícia.

“Você era mais do que um grande jogador, querido Kobe Bryant. Eu aprendi muito interagindo com você. Vou deletar o rascunho agora, esse livro perdeu a razão de existir”, escreveu Paulo Coelho em sua conta no Twitter.

A publicação do escritor conta com mais de dezenas de milhares de interações. Entre os comentários estão pedidos para que ele publique o livro. “Talvez fosse uma maneira de honrá-lo se você ainda o escrevesse. Mas somente se você tiver vontade”, disse um dos fãs.

“Dê tempo suficiente à esposa para lamentar e então deixe-a decidir. Oro para que haja compaixão para não forçá-la a tomar decisões prematuras neste momento inacreditavelmente difícil de ter perdido o marido e a filha. Estou até surpreso que isso seja publicado”, comentou outro internauta.

Em 2016, o astro do basquete já havia afirmado que tinha o sonho de fazer um livro voltado para crianças e teria entrado em contato com Paulo Coelho. Depois disso, o ex-jogador e o escritor não comentaram sobre o desenvolvimento do projeto.

Antes de morrer, Bryant chegou a lançar dois livros. O “Mamba Mentality”, que comenta sobre a preparação para o jogo, e o “Wizenard Series”, uma série contando a história de cinco jovens jogadores de basquete.