ISTOÉ Gente

Paulo Betti se defende de acusação de Milton Gonçalves: “Não sou racista”

Crédito: Divulgação

O ator Paulo Betti se defendeu e rebateu a acusação de racismo feita pelo também ator Milton Gonçalves. Ele, no entanto, optou por não comentar a interpelação judicial movido por Milton contra ele que está na 33ª Vara Criminal do Rio de Janeiro, de acordo com informações do UOL.

“É uma acusação muito grave. Eu não sou racista. Pelo menos até onde eu saiba, a minha história não diz isso, eu nunca me considerei”, disse Betti ao UOL, por telefone. “Mas prefiro responder primeiro à interpelação”, completou o ator.

Segundo a Folha de S. Paulo, o suposto crime de racismo teria ocorrido após comentário de Paulo Betti em grupo de WhatsApp e em meio a disputa pela presidência do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro, já que ambos concorrem em chapas concorrentes.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Hamilton bateu de novo em Albon; veja memes da F1
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior