Esportes

Paulo Autuori acumulará funções e comandará Athletico-PR até o fim da temporada

Eduardo Barros não é mais o treinador do Athletico-PR. A má campanha no Brasileirão e apenas a segunda colocação em seu grupo na Copa Libertadores fizeram o presidente Mario Cesar Petraglia optar pela troca no comando. Diretor técnico, Paulo Autuori vai acumular funções até o fim da temporada.

Petraglia não admite ver o time lutando contra o rebaixamento e para evitar o vexame, optou pela experiência no comando do grupo. Ele não andava nada satisfeito com os resultados ultimamente e vai apostar em Autuori.

“O Paulo (Autuori) vai acumular o cargo de diretoria técnica e de treinador até fevereiro. A partir de 2021 já estamos buscando soluções e contrataremos um treinador de campo. E o Paulo ficará exclusivamente dedicado à sua função de diretor técnico, cuidando de todos os treinadores”, informou Petraglia, indignado com a ameaça de queda.

“Paulo Autuori não veio para o Athletico-PR para ser treinador, ele já encerrou em sua carreira essa atividade”, assumiu. “Entendemos que para treinador devemos contratar outro profissional, mas pela situação atual, as dificuldades, o momento em que estamos, disputando três competições num ano no qual não nos preparamos, de reconstrução, vai acumular função.”

Com o time bastante modificado em relação ao campeão da Copa do Brasil de 2019, realmente o Athletico-PR caiu muito de rendimento. Mesmo assim, Petraglia não admite que fique entre os piores.

“Nós temos de ficar nas primeiras colocações ou no mínimo na primeira página (do Brasileirão), dada a situação de conquistas que o Athletico-PR vem tendo neste século. Infelizmente tivemos um problema em 2011, em que caímos para a Segunda Divisão, já retornamos no ano seguinte, nos mantemos todos esses anos e vamos nos manter também em 2020”, garantiu o presidente.

Petraglia fez um pronunciamento para informar as mudanças no comando técnico para “evitar especulações.” “Não se faz omelete, como se diz no ditado popular, sem quebrar alguns ovos. Esperamos que tenhamos resultados, pois é aquilo que nós esperamos”, discursou. E fez um mea-culpa. “Lamentavelmente não tivemos como manter o time do ano passado, pois vêm propostas milionárias para os atletas, e não somos como os europeus, não tem como segurar.”

Veja também

+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel